quarta-feira, 29 de abril de 2009

Zaratustra é francês!

Uma homenagem pelo ano da França no Brasil.

Foi proposital a conjugação no tempo presente no título de "Zaratustra é francês".

Disso não duvido, porque cheguei a vê-lo no Vale d'Ossau nos Pireneus franceses. Quis conversar com ele, mas só pude escutá-lo. Havia muita gente. Desde os argelinos mulçumanos, como muitos calvinistas que por lá estavam. Embebeciam do que ouviam. Só pude filmar a mão e, evidentemente, o que disse. Não deixem de assistir o filme "A mão de Zaratustra", que ainda está em cartaz neste blog.

As imagens que vocês vão ver foram feitas quando Macunaíma foi gerado no ventre de sua mãe, na Amazonia da Guiana Francesa. O pai dele era francês e foi comido pelo Tupinambás no filme, que vocês lembram "Como era gostoso o meu francês", de Nelson Pereira dos Santos.

Postar um comentário